Subincisão

A celulite é uma alteração evolutiva da mulher, ou seja, é uma característica relacionada aos hormônios femininos que se manifesta após a adolescência, nos locais de maior deposição de gordura na mulher – quadris e coxas.

Essa condição provoca uma alteração estrutural no tecido gorduroso rico em receptores hormonais, que levam ao acúmulo de líquido na região e à formação de traves de fibrose. A estrutura alvo é o complexo dermo-gorduroso (a pele e a gordura existente abaixo dela).

Existem muitos tratamentos para a celulite, dentre eles a carboxiterapia, a mesoterapia, a radiofrequência e vários tratamentos dermatofuncionais. Entretanto, nos casos em que a celulite ocorre em grau avançado (III e IV), é necessário um procedimento cirúrgico para “cortar” as traves de fibrose que puxam a pele para baixo, produzindo os “furos” na pele.

subincisão é o método empregado para este fim, e consiste em introduzir na pele uma agulha própria que ao ser manuseada corretamente, corta as traves de fibrose da região, “liberando” o tecido tracionado para baixo.

É realizado sob anestesia local e resfriamento com gelo, para se evitar ou diminuir a formação de hematomas. A técnica exige um preparo anti-séptico rigoroso, o emprego de antibióticos profiláticos e o uso de cintas compressivas por 15 dias. Pode ser realizada através do emprego de cânulas próprias no mesmo ato cirúrgico de uma lipoaspiração, quando indicada.